Como limpar violão e outros instrumentos musicais? Confira dicas

Manter seus instrumentos musicais limpos é algo muito importante, mas que muita gente deixa de lado. Que tal colocar a mão na massa?

Muita gente tem um violão ou uma guitarra em casa. Até mesmo outros tipos de instrumentos. Afinal, a música faz parte da vida de todos e muita gente gosta de passar algum tempo tocando e não só ouvindo. Mas apesar disso, nem todos sabem como limpar violão e outros instrumentos musicais. Caso esse também seja o seu caso, nós vamos te ajudar! 

É importante ter em mente que cuidar bem dos seus instrumentos é algo imprescindível, pois é isso que vai assegurar com que eles durem por bastante tempo – e até mesmo para sempre! Não à toa vemos guitarras, violões e baixos dos anos 40 ou 50 impecáveis e valendo uma fortuna. 

Começando pelo começo: evite produtos químicos abrasivos e solventes. Palhas de aço, materiais de limpeza de casa etc também são péssimas opções. No geral, um pano macio e às vezes umedecido já é o bastante. Mas se você preferir, pode procurar produtos de limpeza específicos para o seu instrumento. 

Como limpar seus instrumentos de corda

Os instrumentos de cordas são, sem dúvida alguma, os mais populares. Fáceis de encontrar, fáceis de manusear, a gente sempre conhece alguém que tem pelo menos um violão em casa. 

A parte boa de aprender a limpar um instrumento de corda é que o processo é bem parecido para todos eles. Ou seja: serve para contrabaixo, cavaquinho, ukulele etc.  

Para começar, um pano seco e macio, feito a flanela, é suficiente para dar os primeiros toques. Basta passá-lo com suavidade sobre o corpo do seu instrumento para não arranhá-lo. Se achar conveniente, apenas umedeça um pouco o pano, mas com cuidado para não correr o risco de encharcar a madeira do mesmo. 

Uma coisa que muita gente não faz, mas que é de extrema importância, é limpar as cordas dos seus instrumentos após o uso. Após passar algum tempo tocando, o suor de suas mãos se acumula nas cordas e isso contribui para que elas estraguem mais rápido. E elas não são nada baratas! Portanto, sempre passe um pano sobre elas após tocar. 

E se você optar por produtos de limpeza específicos para instrumentos que há disponíveis no mercado, certifique-se de seguir as instruções do mesmo e de não deixar resquícios que possam vir a danificar o seu instrumento. 

Como limpar seus instrumentos de tecla

Assim como acontece com os instrumentos de corda, na hora de limpar seu piano ou instrumento de tecla é importante se preocupar com a poeira que eles acumulam. Sobretudo, por debaixo das teclas. Além do pano macio, que já mencionamos, neste caso você também pode usar um espanador. 

Nos pedais desses instrumentos, há quem recomende usar um pano umedecido em detergente neutro, atentando para que não deixe essas peças molhadas após a limpeza. 

Se for usar algum produto específico para a limpeza das teclas, cuidado com os excessos e os resquícios que possam cair entre as teclas. 

Dependendo do material do corpo de seu piano, um lustra móvel também é muito bem-vindo.

Como limpar seus instrumentos de sopro

Como você deve imaginar, os instrumentos de sopro carecem mais ainda de nossa atenção na hora da limpeza e manutenção. E o motivo para isso é no mínimo óbvio: por serem instrumentos com os quais utilizamos a boca para tocá-los. 

Portanto, tenha cuidado de estar sempre higienizando seus instrumentos de sopro, o que pode ser feito com água e pouco detergente neutro. Mas também há produtos específicos no mercado para o melhor cuidado desses instrumentos. Principalmente a parte interna deles. 

Como limpar seus pedais de efeito

Muitos guitarristas e baixistas também utilizam pedais de efeitos para abrilhantar ou dar qualidades específicas ao som de seus instrumentos. São geralmente caixinhas de metal com circuitos eletrônicos bem práticas de usar, embora há quem use pedaleiras mais sofisticadas. 

Geralmente utilizadas aos pés, é importante ter cuidado também com a sua manutenção. Afinal, o contato com o pé e a proximidade com o chão tendem a acumular muita poeira. Um espanador, um pano feito flanela ou até mesmo um escova podem dar conta de mantê-los sempre limpos e muito mais duradouros. 

Na dúvida, procure um luthier

Por fim, se você acredita que a limpeza não está dando muito certo ou que há algo de estranho com o seu instrumento, não hesite em procurar um profissional. 

Embora muitos reparos sejam possíveis de se fazer sozinho em casa, há situações que é melhor deixar para um luthier resolver. Assim você evita maiores dores de cabeça. 

Agora que você já tem essas dicas, vai lá tirar aquele solo de guitarra que você tanto quer aprender a tocar!

Fonte: Seleções

Publicado na categoria: Dicas Úteis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *