Como limpar e conservar as panelas antiaderentes

Especialistas dão dicas para cuidar bem das panelas e manter a eficiência do revestimento antiaderente

As panelas antiaderentes são práticas na hora de preparar as refeições, pois evitam que os alimentos grudem na superfície, o que facilita a lavagem, além de colaborar com as receitas saudáveis – necessitam de pouca quantidade ou nenhuma gordura para o cozimento. “Porém, é preciso cuidado permanente para mantê-las eficientes, pois se isso não acontecer, sua vida útil pode ser bem menor que o esperado”, avisa a personal organizer Fernanda Piva, da Bella Ordine. Ela e o chef Elzio Callefi, da Tramontina, dão dicas para cuidar bem de suas panelas. Confira!

Primeira utilização
Antes de usar a panela pela primeira vez, lave com esponja macia e detergente neutro, seque e unte com óleo, levando-a ao fogo baixo por dois minutos. Deixe a panela esfriar e lave-a novamente. “Isso ajuda a conservá-la, fazendo com que dure mais”, diz a personal organizer.

O que não fazer
Utensílios de metal e inox podem estragar a panela. Não use para nada, nem para mexer alimentos. “Neste caso, é preferível opções à base de náilon ou silicone para não danificar o revestimento”, ensina o chef.

Segundo Fernanda, sprays antiaderentes, feitos com azeite ou óleo, podem ser práticos em seu uso, porém criam camadas difíceis de serem removidas, fazendo com que resíduos, muitas vezes invisíveis, continuem grudados no fundo da panela mesmo após as lavagens.

Cuidado com o hábito de aquecer a panela antes de adicionar óleo ou gordura. “Isso pode estragar o material da panela e liberar toxinas na comida”, afirma a personal organizer.

O calor excessivo, segundo Fernanda, pode danificar a camada antiaderente da panela e ainda causar a liberação de toxinas. “Por isso, lembre-se: não use sempre o fogo alto para suas receitas neste tipo de panela”, alerta ela.

As panelas antiaderentes podem estragar quando expostas ao calor da máquina de lavar louça, consumindo a camada protetora das mesmas. Por isso, lave-as sempre à mão.

Limpeza, conservação e formas de guardar 
Sabia que até mesmo a forma como lavamos e guardamos as panelas pode danificar e prejudicar o seu funcionamento? Fernanda diz que, para deixar sua panela limpa e novinha, evite a todo custo materiais abrasivos, como as esponjas de aço. “A limpeza do antiaderente deve ser feita sempre com muito cuidado, usando a parte macia da esponja para não danificar o revestimento”, completa Elzio.

Se a panela estiver com odor muito forte, o chef diz que o ideal é deixá-la ferver com água para soltar o cheiro de tempero. “Se algo grudar, coloque um pouco de água quente e detergente e espere a sujeira amolecer”, ensina a personal organizer.

“A cada duas semanas, passe um pouco de azeite ou manteiga (a gordura de sua preferência) na panela, aqueça e deixe esfriar naturalmente. Depois disso, lave e guarde. Isso evita o ressecamento e aumenta a vida útil do produto”, diz Elzio. Por fora, se for material como alumínio, ele indica esfregar com a parte abrasiva da esponja para dar brilho.

Para guardar as panelas, é bom evitar colocar uma dentro da outra. Isso pode gerar atritos e arranhões no material. Caso não haja espaço no seu armário, tente forrar as panelas com um pano macio ou, até mesmo, papel toalha. “Deixá-las lado a lado ou penduradas pode ser uma ótima opção de conservação”, sugere Fernanda.

Fonte: Casa e jardim

Publicado na categoria: Dicas Úteis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *