Dicas certeiras facilitam o processo de lavagem e secagem da roupa

roupas-no-varal-1395150551665_615x300

Os eletrodomésticos facilitaram algumas tarefas domésticas mas, sozinhos, esses aparelhos não fazem milagres. Por isso, ter conhecimento sobre como lavar e secar roupas não só torna a atividade menos trabalhosa, como evita a perda de algumas peças, que podem acabar manchadas ou deformadas pela manutenção inadequada. O UOL Casa e Decoração conversou com a organizadora de ambientes e consultora doméstica Lucy Mizael e com Ude Lorenzetti, da Companhia do Lar, que dá cursos de economia e organização doméstica, e listou algumas dicas:

– Roupas muito sujas ou encardidas devem ser lavadas separadamente. Essas peças precisam ser deixadas de molho e podem passar por um processo de pré-lavagem, antes de irem para a máquina de lavar roupas.

– Peças escuras também demandam a lavagem a parte, para não manchar as demais. Além disso, vale usar sabão específico para cores fortes, que evita o desbotamento do tecido. Na hora do enxague, o segredo é adicionar três colheres de sopa de vinagre branco (de álcool) para cada 10 litros de água. O fermentado ajudar a fixar a cor.

– Quando detectar manchas nas roupas, utilize produtos para retirá-las, antes de colocar a peça na máquina de lavar. Muitas manchas podem ser removidas com ingredientes caseiros como detergente neutro e bicarbonato de sódio, além do sabão de coco e dos tira-manchas industrializados.

– O sabão em pó deve ser diluído em água antes de ser colocado na máquina, para evitar que o acúmulo do produto cause manchas. Por outro lado, o sabão líquido não oferece tal risco, mesmo se cair sobre as roupas durante o abastecimento da máquina com água.

– Em jeans escuros, evite usar detergentes ou sabão em pó. Prefira o sabão de lavar roupa líquido ou, então, o sabão de coco ralado, pois ambos tendem a não desbotar as cores do tecido. Outra dica é lavar essas peças pelo avesso e não utilizar escovas de cerdas duras na pré-lavagem.

– Durante a lavagem de toalhas, não use amaciante, pois o produto pode torná-las menos absorventes pela decorrência de resíduos. Em substituição ao amaciante, coloque no reservatório da máquina dedicado à substância uma mistura feita com uma colher de sopa de sabão em pó ou líquido e 250 ml de vinagre branco (de álcool).

– Nem todas as peças podem ficar de molho. Por isso, é preciso checar essa informação na etiqueta da peça, antes da lavagem.

– Ao estender a roupa em cabides, prefira os de plástico, com as pontas arredondadas. Os de madeira envernizada podem soltar um pouco da resina, quando em contato com as peças molhadas.

– Pregadores (ou prendedores) de plástico são os mais recomendados. Os de madeira podem manchar ou soltar farpas, puxando fios da roupa. Periodicamente, verifique o estado dos pregadores e descarte os danificados e os que tiverem pontos de ferrugem, que podem danificar os tecidos.

– Antes de pendurar a roupa no varal, certifique-se que ele esteja limpo. Se necessário, passe um pano seco.

– Se o varal estiver ao ar livre, procure não expor as roupas, especialmente as coloridas e delicadas, ao sol ou ao vento muito forte, ambos podem danificar as peças.

– Nem todas as peças podem ir à secadora, que é ideal para roupas mais pesadas como jeans, toalhas de banho e lençóis. Peças de lã, por exemplo, encolhem quando secadas dessa maneira. Na dúvida, cheque a etiqueta do item antes da secagem.

 

FONTE: Mulher.UOL

Publicado na categoria: Dicas Úteis Tags , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *